segunda-feira, 8 de março de 2010

Noção de par







O NOSSO PANDA DE PELUCHE
UMA AMIGA GANHOU,
QUANDO A VIU TÃO COR-DE-ROSA,
QUE CONTENTE ELE FICOU.

-AGORA NÃO ESTOU SÓZINHO
JÁ TENHO COM QUEM BRINCAR,
PANDINHA COR-DE-ROSA,
TU VAIS SER O MEU PAR!

DOIS FANTOCHES AMIGOS,
O BASILIO E A LUCILIA,
SÃO UM PAR DE PINGUINS,
QUE AUMENTARAM A FAMÍLIA.

OS URSINHOS DA FOREVER,
VIERAM PARA BRINCAR,
E PARA AJUDAR A APRENDER,
A NOÇÃO DO QUE É UM PAR.

3 comentários:

Maria da Luz Borges disse...

E a noção de par em verso até se aprende melhor...
gostei muito
Luz

Paula Duarte disse...

Como sempre a poeta que traduz em verso o importante para a aprendizagem.
Uma maravilha, mas é um dom que eu não tenho... mas gostava.
Beijinhos dos Perlimpimpim que adoraram estes pares.

rosarinho disse...

Paula, obrigada pelas suas palavras. Não sou poeta, o meu pai sim, era-o, eu apenas tenho jeito e gosto para fazer algumas rimas, já que cedo percebi que as rimas são muito atraentes para as crianças e por isso de alto valor pedagógico, para as aprendizagens.
bjs
Rosarinho