sábado, 28 de janeiro de 2012

Preservar a natureza

Esta experiência surgiu a propósito de uma peça de teatro de marionetas,  que vimos a convite do ATL da escola básica de Belas, sobre os cuidados que devemos ter com a água. Foi muito divertido e aprendemos e relembrámos muitos conceitos.

TRANSPARENTE OU OPACO,
É SÓLIDO OU LÍQUIDO?

COMO VOU DISTINGUIR?
ESTA EXPERIÊNCIA VAI,
AJUDAR-ME A DESCOBRIR!

OLHOS BEM TAPADOS.
FICAM OS OUTROS SENTIDOS,
BEM MAIS APURADOS.

DE OLHOS ABERTOS USO A VISÃO,
E ASSIM JÁ SEI DE QUE COR SÃO.
OUVIDOS ATENTOS, BOA AUDIÇÃO,
COM A LINGUA PROVO, USO O PALADAR,
MAS COM O OLFATO ANTES,
EU VOU CHEIRAR,
SÓ FALTA O TATO,
DOS 5 SENTIDOS,
SENTIR E TOCAR,
É BEM DIVERTIDO!


Preservar a natureza on PhotoPeach

5 comentários:

Anónimo disse...

Uma ótima forma de eles apurarem os 5 sentidos!
A Joana adorou o teatro na escola primária e quando chegou a casa disse logo o que tinha aprendido. "não podemos deitar lixo na sanita mãe, porque polui a água e os peixinhos morrem"
Tão lindos que estes URSITOS estão!
Parabéns á educadora e suas auxiliares pela forma como ajudam a nós pais a educar e a ensinar estes pequenos e sabichões URSITOS!
Muitos beijinhos
a mãe Aida Cadime

Célia disse...

O Afonso adorou estas experiências e como sempre chegou a casa e contou com muita alegria o que fez na escola!!

Anónimo disse...

Sem dúvida, um ótimo trabalho! Obrigada a todas! Beijinhos
Mãe Telma

Xana disse...

O Ursito Dinis, adorou o teatro...
E a escola dos "grandes"...
Ele que nem é muito de contar o que fez na escola, contou logo o teatro, o que tinha visto, e as marionetas!
Agora não nos deixa ter água a correr, diz que não se pode "estragar". Que lindo...
É Maravilhoso vê-los crescer e apreender tudo o que os rodeia, com tanta vontade e inocência!
Não me canso de dizer, obrigada a todas!

Anónimo disse...

Os teatros dos valdevinos são sempre muito bem concebidos, porque abordam temas importantes de formas muito divertidas.

É muito importante educar os nossos ursitos para a preservação do ambiente, porque senão não há dança da chuva que traga umas gotinhas, e bem que estão a fazer falta!
Cláudia Santos